sábado, 9 de março de 2013

Desmantelo dos Segredos e um pouco da Exclusividade.

   A Arte da Prudência ensina que os Homens Sábios não são livros abertos. Segredo é algo a ser guardado ou compartilhado, usando o princípio da exclusividade? Obviamente que um pouco das duas.
   Segredos guardados por muito tempo tornam-se motivos para dores. Quando um Homem não libera o que o magoa por dentro, ou quando guarda aquilo que devia compartilhar, mesmo sendo algo de grave, este vai gerar uma espiral, um turbilhão de sentimentos e sensações misturadas, que se antes tivessem sido organizadas, ou compartilhadas (com exclusividade) então não trariam dano.
   É certo que certas informações não servem para divulgação. Mas mais pela irrelevância do que pela gravidade. "Segredos de Estado" aqui não contam, nem ao menos fazem sentido com o raciocínio.
   Para isso também serve o Princípio da Exclusividade; expor o que há de trevas sem perder a confiança.

   Um livro aberto perde seu mistério, faz o leitor desinteressar-se pelo seu conteúdo que todos conhecem. Ser único é uma vontade inerente ao Ser Humano e não ser o único a saber de um dado fato teoricamente relevante, faz o interesse sumir depressa.
   Manter um Segredo para si mesmo não é tão sábio quanto se parece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário