domingo, 26 de setembro de 2010

Tao Te Ching.

  Tao Te Ching é um livro de filosofia oriental, escrito por Lao-Tsé.  O livro é escrito em poesia, a maioria com relação á sabedoria e a prudência.


É um dos pouco livros de filosofia em que se pode pegar no ar o que o autor quer dizer, é bem fácil e bem direto. Além disso, é daqueles livros que são mais práticos do teóricos, mudam a vida do indivíduo que o lê e também prende a leitura de quem gosta do gênero.


As histórias em que o Lao-Tsé ou Lao-Tzu ou enfim, seja lá o nome dele, éque são interessantes também. Dizem que Lao era superintendente judicial dos arquivos imperiais de Loyang. Puto da vida com a vida na corte, Lao decide sair da civilização. Viajando em uma carroça guiado por um boi, antes de sair da cidade, Lao encontra um de seus amigos, o policial Yin-Hsi que pede para que ele, antes de partir, deixasse seus ensinamentos.


Leia o livro e discuta-o aqui!

Os 10 Piores Serial Killers da História - Luis Alfredo Gavarito

   Luís Alfredo Gavarito Cubillos nasceu na Colômbia em 1957. Foi apelidado pela mídia de "A besta". Gavarito andava com um caderno no bolso onde, em 140 linhas, estavam simbolizadas suas vítimas.
   Em 1999 Gavarito confessou estuprar e matar 140 crianças em 5 anos de carnificina. Foram encontrados 114 esqueletos. Os corpos mutilados foram encontrados espalhados por 59 cidades colombianas. As vítimas eram meninos entre 8 e 16 anos de idade. Ainda suspeita-se que ele tenha matado 5 crianças equatorianas.
   A caçada pela "Besta" começou em 1997 quando foram encontrados 36 corpos em decomposição. Inicialmente, a suspeita era de rituais de magia negra, depois de pedofilia ou tráfico de orgãos. Após 18 meses de investigação, Gavarito foi acusado de estuprar uma criança em Villavivencio.
   Gavarito era o mais velho de 7 irmãos. Morava em uma região cafeeira da Colômbia. Lá, era repetidamente espancado pelo pai além de ter sido estuprado várias vezes por dois vizinhos. Aos 21 anos já era alcoólatra grave e já tinha sido tratado de depressão e tendências suicidas. Confessou ter cometido os crimes enquanto estava bêbado. Estudou por apenas 5 anos e saiu de casa aos 16 trabalhando como caixa de loja e vendedor de rua.
   Em 2000 Gavarito foi condenado a 1.853 anos de prisão depois que a polícia achou 25 corpos em decomposição. Os corpos estavam com a garganta cortada, com indicios de estupro e amarramento. Gavarito chocou a opinião pública de Bogotá contando os detalhes do crime, de como amarrava, sodomizava e depois degolava cada vítima.

Saiba negar, respeite mesmo que não concorde...

   Acho que uma das maiores regras da vida consiste em saber negar. Não negar a verdade de ato feito ou tramóia calculada, por mais desastrosas que estas sejam, esta egação estraga a virtude. É ainda mais importante recusar tanto certas tarefas quanto a certas pessoas.


   Há por aí atividades inconvenientes que servem apenas para serem predadoras do precioso tempo que temos. Para ser prudente quanto a isto, não basta não se intrometer em assuntos alheios, é preciso detê-los quando se tratam dos seus.


Vale aquela frase que está bem esquecida: "Não dê aos outros mais do que se dá a você mesmo nem tome dos outros mais do que eles dão a si mesmos." Todo excesso constitui um vício e consequentemente uma fraqueza, principalmente quando se tratando do alheio. Não é preciso concordar para respeitar, é nisso também que consiste a liberdade de expressão. Dessa forma manterá seu preciosíssimo respeito.

Sucesso.

Sucesso não tem outra fórmula a não ser a do conhecimento junto com as intenções nobres, esses garantem a fecundidade do sucesso. Perceba que quando o bom entendimento se une com as más intenções, não se tem aí um belo e fértil matrimônio mas sim, na maioria das vezes (se não em todas), uma violação monstruosa.


O que acontece é que as "intenções malignas envenenam as melhores qualidades". Más intenções auxiliadas por grande conhecimento enganam com maior sutileza mas terminam com grandes desastres. Infeliz da excelência que se entrega á maldade, "conhecimento sem bom senso é loucura em dobro"