quinta-feira, 15 de julho de 2010

Os 10 Piores Serial Killers da História - Gilles de Rais (+ 140 )

                         2º Gilles de Rais (+ 140)

    Gilles de Montemorency, Gilles de Rais ou Gilles de Retz foi herói de guerra francês, lutou junto á Joana D'arc no século XV, na guerra dos cem anos (Inglaterra X França) e era expert em tirar Ingleses da França. O alvo preferido de Gilles eram os meninos, ele os sodomizava, decapitava-os e depois masturbava-se sobre as entranhas das vítimas.
    Era um homem agressivo devido a sua criação dada pelo seu tio Jean Creon, irmão de sua mãe, que o ensinou o narcisimo, o orgulho e soberba. Devido a essa característica, Gilles entrou no exército onde poderia descontar sua fúria nos inimigos. Após duas campanhas ele se casou com Catherine, que era uma nobre da Bretanha, em 1420. Em 1429 nasce a primeira e única filha do casal, Marie mas Gilles dizia que não amava a esposa. Patriu para mais uma campanha onde lutou com Joana D'arc.
    Tudo acabaria em 1440 quando uma investigação levou até Gilles de Rais, que no início de dizia inocente dando a desculpa de que mandava as crianças desaparecidas para a Inglaterra para virarem padres. Depois de um surto de personalidade (que sempre tinha) disse estar arrependido. A frança ficou chocada pois ele era considerado um herói pelo povo.
    No dia 26 de outubro de 1440, Gilles e seus "colaboradores" (queera "bruxas" e alquimistas) foram enforcados e queimados simultaneamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário