terça-feira, 17 de novembro de 2009

Empirismo.

   Empirismo é um corrente filosófica que defende o conhecimento da razão, verdades e ideias racionais através da experiência. Essa corrente é descrita/caracterizada pelo conhecimento científico, a sabedoria é adiquirida por percepções, pela relação causa/efeito por onde fixamos na mente o que é percebido atribuindo à percepção causas e efeitos; pela autonomia do sujeito que afirma a variação da consciência de acordo com cada momento; pela concepção da razão que não vê diferença entre o espírito e extensão, como propõe o Racionalismo e ainda pela matemática como linguagem que afirma a inexistência de hipóteses.
   John Locke é considerado o principal representante do Empirismo. Com sua corrente, denominada "Tabula Rasa", defendeu que as pessoas desconhecem tudo, mas que através de tentativas e erros aprendem e conquistam experiência. Sua corrente também originou o Behaviorismo que busca o entendimento dos processos mentais internos do homem, mais usado na Psicologia que na filosofia como material prático.
   Há também outros filósofos os quais estão associados ao Empirismo como: Aristóteles, Tomás de Aquino, Francis Bacon, Thomas Hobbes, George Berkeley, David Hume e Hohn Stuart Mill. Destes, Francis Bacon e Thomas Hobbes conseguiram influenciar uma geração de filósofos do Reino Unido com o Empirismo no século XVII.

Nenhum comentário:

Postar um comentário